quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Tainha com farofa de sálvia

Nós três gostamos muito de comer um peixinho... infelizmente os preparo com menos frequência do que gostaria - e os posto menos ainda. A desculpa, naturalmente, é minha falta de habilidade para cozinhá-los. Faço duas ou três receitas, em que vou substituindo os ingredientes principais - e mantenho sempre a mesma técnica de cocção.

Num esforço para prepará-los com mais frequência, venho buscando novas espécies e, na medida do possível, tentando variar as receitas. Ainda assim, vez por outra acabo fazendo a versão assada. O arqumento é que é mais saudável, aproveita-se melhor a carne e é muito mais prático. Basta não esquecê-lo no forno para índice de erro ficar bem próximo de zero.


Esta aqui é uma tainha assada. Preparei sem nenhum recheio, do jeitinho mais fácil. Comprei o peixe inteiro e limpo. Em casa, o lavei bem e retirei parte das escamas que ainda sobravam. Lambuzei o bichano com azeite de oliva e temperei por dentro e por fora com sal e pimenta-limão (uma mistura de pimenta branca e preta, com malaguetas e casca de limão seca), que garante um picante-azedo fantástico.

Deixei assando no forno numa assadeira untada por cerca de uma hora, até ficar bem douradinho e crocante. Durante o preparo, reguei a assadeira com um pouco de água para não queimar.

A farofa é feita cobrindo o fundo da panela com óleo vegetal comum. Uso bastante o de canola para não interferir no sabor dos alimentos. Quebrei um ovo e misturei bem, sem medo de deixá-lo boiando no óleo. Agora é hora de temperar com sal e pimenta do reino moída na hora. Despejo, então, a farinha de mandioca e deixo a mistura empelotar. Se secar demais, coloco mais um pouquinho de óleo. As folhas fresquinhas de sálvia foram acrescidas no final.

A farofa também serve para comer com carne e feijão (nesse caso, acrescente um pouquinho de bacon ou linguiça antes de refogar o ovo). Delícia.

13 comentários:

  1. Ziza gostei da salvia da farofa, tentarei na minha próxima.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Desculpa o que vou dizer mas se não dissesses qu era tainha eu ia achar que era cobra he he A pele ficou parecida :)
    Não sabia que dava para fazer farofa só com ovo e farinha de mandioca. Gostei :)

    ResponderExcluir
  3. Ah pára, ainda não estamos comendo répteis... ;)

    Mas nada contra aí, pra quem gosta, quem sabe, sei lá!

    ResponderExcluir
  4. Peixinho eu gosto de todos! Agora nunca comi nada com farinha de mandioca, não faço ideia que sabor terá essa farofa...

    ResponderExcluir
  5. Não preparo peixes o quanto gostaria, meu marido e filho não gostam muito, então fica meio esquecido. A farofinha com salvia vou fazer.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Ziza, sem comentários mesmo... eu também amo peixe, mas as vezes peco, e acabo esquecendo de faze-los...que coisa séria! eu mesma merecia um castigo por tamanha falta...

    Acabo lembrando depois que vejo postagens lindas como a sua!


    bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Por aqui comemos peixe com alguma frequência, pois gostamos muito. Esse peixe ainda nunca vi à venda aqui em Portugal mas espero um dia encontrar.
    A forofa parece deliciosa!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Gostei o tempero que usaste para temperar a tainha... só pode ter ficado bem deliciosa e aromática!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Farofa, sem nada, já adoro só com uma cebola picadinha ou alho, já tá ótimo! Agora com a sálvia, adorei a sugestão... deve ter dado um aroma especial mesmo...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Adoro farofa!!!!! Esta sua está divina!
    Tenha um lindo final de semana.
    Bjks,
    Fernanda
    http://mamaocomacucar.sampasite.com

    ResponderExcluir
  11. hummm
    esta farofinha ficou uma loucura!!!

    ResponderExcluir
  12. Puxa faz um tempão que eu não faço nenhum peixe grande. Fresco mesmo, aqui em Minas são os de água doce, pele de couro, que o pessoal corta em cubos ou rodelas, não estou muito acostumada com eles, apesar o pessoal por aqui colocar em churrasqueira, eles mais aparecem como caçarola. Os inteiros do mar só do Carrefour e Extra, confesso que tem um cheiro forte, que eles disfarçam colocando vasos de flores para vender por aqui. Eu e o meu marido até olhamos quando entramos, mas não dá vontade de comprar. Agora o Salmão por aqui, está sempre bonitão, só que estão pedindo R$ 28,00 o kilo. Eu ando é so olhando mesmo! Beijão de Minas - Priscila

    ResponderExcluir